,

A uma classe de mulher em especial

Dia internacional da mulher, já fiz homenagem a minha mulher, minha mãe, a todas as mulheres, ou quase todas, gostaria de falar uma que tem uma importancia ímpar nas nossas comunidades e não nos damos conta disso. as mulheres dos pastores.

Antes de compreender meu chamado ao pastoreio( e sua vocação, seja ela qual for), Deus incubou-me de ser esposo (assim como você). Fui abençoado com uma fiel e piedosa esposa, Sílvia Helena, Deus me fez enxergar que depois do meu relacionamento com Ele está meu relacionamento com ela, antes de qualquer outro relacionamento, filhos, pai e mãe, igreja ou outro qualquer, ela é minha maior prioridade nesta terra (depois meus filhos e depois a igreja) e deve ser o seu também.

O que Deus requer de um esposo é impressionante, Ele compara o relacionamento d´Ele com a igreja como sendo nosso modelo a ser seguido.

Ser o líder e não um chefe da família requer um grande esforço. Uma esposa cristã tanto precisa quanto deseja uma liderança espiritual de seu esposo, o chamado para ser esposo inclui prover tal liderança. Quanto a maneira de o homem se relacionar com sua esposa, Cristo chama a lutar contra a passividade auto protetora e o autoritarismo egoísta, pecados opostos mas igualmente mortais.

Um esposo passivo irá frustrar uma esposa que deseja ser liderada e pode inclusive induzi-la a se tornar uma mulher dominadora. Um marido autoritário, por sua vez, intimida sua esposa e pode muito bem sufocar o desenvolvimento de seus dons espirituais.

Em Efésios 5, Paulo deixa claro que Jesus Cristo é o modelo, em nossas atitudes como marido. Seu amor, sacrifício e cuidado por sua noiva devem ser o padrão pelo qual nós maridos devemos nos relacionar com nossas esposas. Elas precisam sentir-se seguras de nosso amor, cuidado, carinho, afeto, etc. Não somente hoje, dia internacional da mulher, mas todos os dias.

Essas mulheres incríveis precisam saber que são mais importantes do que nossa reputação, exercício ministerial, profissão, etc.

A esposa de pastor pode ter o papel mais difícil de desempenhar em toda a igreja. Charles Spurgeon percebeu isto. Falando em um casamento ele disse:

Se eu fosse uma jovem e estivesse pensando em casar-me, certamente não me casaria com um ministro do evangelho, porque a posição de esposa de pastor é muito difícil para qualquer mulher. As igrejas não pagam dois salários aos pastores casados, um para o marido e outro para sua esposa, mas em muitos casos, também procuram pelos serviços da esposa, quer estejam pagando por isso ou não. Também é esperado que a esposa do pastor saiba tudo sobre a igreja, e, olhando por outro prisma, não é obrigação dela saber; no entanto para algumas pessoas, ela é sempre culpada, tanto por saber tudo ou por nada saber a respeito da igreja. Suas obrigações resumem-se em estar sempre em casa para atender a seu marido e sua família, e estar sempre fora de casa, visitando os membros da igreja, ou fazendo toda sorte de coisas por eles! Bem é claro que isso é impossível, ela não pode estar a disposição de todos, e nem espera-se que ela agrade a todos. Seu marido não conseguiria fazer isso, e eu penso que seria um tolo, caso o tentasse; também estou convencido de que, se o marido não pode agradar a todos, muito menos a sua esposa. Certamente haverá alguém descontente, especialmente se esse alguém tinha esperança de se tornar esposa de pastor. Dificuldades surgem continuamente, até mesmo nas melhores igrejas; e, como disse antes, a posição da esposa do pastor é sempre muito difícil. No entanto, penso que se eu fosse uma jovem cristã, me casaria com um pastor cristão, caso eu com seguisse, porque estaria aí uma oportunidade de realizar tantas boas obras, ao auxiliá-lo em seu serviço para Cristo. É uma grande ajuda a causa de Deus manter o pastor em boas condições para seu trabalho. É função da esposa do pastor cuidar para que ele não esteja desconfortável em casa, a fim de que tudo lá esteja livre de preocupações, e ele possa dar seu máximo na preparação da mensagem. A mulher cristã desta forma ajuda seu marido a pregar melhor, é ela mesma uma pregadora da Palavra, ainda que nunca fale em público, tornando-se então extremamente útil para a igreja de Cristo, comprometida com trabalho de seu marido.

A esposa de um pastor vê todas as suas falhas e defeitos e ainda assim recebe instrução da Palavra de Deus através dele.

Como sou grato por minha esposa cuidar tão bem de mim, favorecendo não o MEU MINISTÉRIO, mas o ministério que Deus nos confiou, pois se a mim coube o zelo pela palavra e pela comunidade, a ela coube o zelo por minha vida e pela comunidade. Não poderia estar em melhores mãos que estas. OBRIGADO SÍLVIA HELENA pelo cuidado que você tem por mim, como tem ajudado, pastoreado e me pastoreado

Parabéns a todas as mulheres, mas hoje gostaria de destacar aquelas que receberam o ministério de cuidar de pastor, parabéns pelo seu dia MULHERES de pastores.

Com MUITO amor e carinho.

Franco Júnior.

0 respostas

Deixe uma resposta

Promova o debate!
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *