Posts

, , , ,

Eu vejo – parte 1

Pr. Franco Júnior

A visão que temos da vida define como vivemos. E o modo como vivemos revela nossa visão.

A visão faz a pessoa enfrentar as maiores adversidades, frustrações, decepções e angústias… enquanto persevera em busca de conquistar seus ideais. A visão nasce da informação, da reflexão sobre os fatos sobre a vida, os relacionamentos, e a própria razão de viver. A visão nos faz renunciar a comodidades, nos obriga a remir o tempo, nos anima a esforçar um pouco mais, nos obriga a definir prioridades e praticá-las. Leia mais

Eu vejo

Em agosto/2018 estreia nova série de mensagens aqui na igreja Cristã Gileade de Juazeiro do Norte, desta vez o tema será: EU VEJO, onde o enfoque será em como cada participante da igreja local, quer seja membro ou não, enxerga a igreja e como cada um se relaciona com a igreja.

A nova série estreia dia 05 de agosto de 2018

Apocalipse hoje

Sem dúvidas o livro de apocalipse é um livro que todos já ouviram falar, uns gostam, outros temem, mas uma é certa, todos deveriam conhecer o que diz esse livro da bíblia.

Com o intuito de desperta e ensinar a igreja sobre o um tema que quase todos os povos línguas e nações temem, o apocalipse, o Pr. Franco júnior trás um série de mensagens sobre o tema, intitulada APOCALIPSE HOJE.

A partir de fevereiro sempre aos domingos teremos mais uma série de mensagens inspiradoras. Preparem-se, será uma das melhores série que já tivemos.

 

Sabor da Vida

Acabamos de passar pela série de pregações mais incrível dos últimos tempos. Podemos dizer que Deus tem sido bom e generoso conosco ao nos proporcionar experiências tão construtivas com a Palavra através do nosso Pastor. “Você já imaginou qual seria o sabor de uma vida plena? ” Foi a pergunta mais frequente durante os domingos em que vivenciamos essa série de pregações e durante esses dias realmente conseguimos entender como é viver uma vida plena e feliz de verdade.

Estudamos item após item do Fruto do Espírito e mergulhando na carta de Paulo aos Gálatas no capítulo 5 versículos 22 e 23, percebemos nossas deficiências, o quanto somos falhos em alguns aspectos por mais que sejamos bons em outros. Percebemos que se falhamos em um dos itens, todos os outros itens ficarão a desejar, mas ao mesmo tempo percebemos que Deus é maravilhoso demais e nos proporciona aperfeiçoar cada um dos itens desse Fruto e que o Espírito Santo está sempre disponível se desejarmos nos render a Ele.

Leia mais

Amor que SERVE

amorNeste domingo dia 10 de agosto iniciamos mais uma série de mensagens, AMOR QUE SERVE, cujo objetivo é criar um ambiente onde pessoas não se sintam sós, isso será sempre um desafio para a liderança de qualquer comunidade de discípulos, seja no Grande ou no Pequeno Grupo. Quando novas pessoas se aproximam do grupo elas criam uma expectativa de que sejam bem recebidas, acolhidas e notadas, mas dificilmente tomam a iniciativa para o entrosamento.

O visitante sempre espera que pessoas que já estão unidas e entrosadas naquele grupo tomem a iniciativa e as incluam de forma calorosa. Mas logo que se sentem parte do grupo esquecem de quão solitárias se sentiram tentando envolver-se e por isto acabam não atentando para a necessidade de serem acolhedores dos que se aproximam do grupo.

Jamais podemos esquecer esse sentimento de querer pertencer, querer fazer parte e precisar de fato que haja acolhimento, recepção, como real demonstração de amor, ao invés de nos isolar criando grupos fechados, comunidade fechada, coração fechado para receber mais um.

A solidão no deserto não é tão terrível como a solidão no meio da multidão. É assim que se encontra a maioria das pessoas que se aproxima de nós – isolada, desconectada dos relacionamentos e só.

Assim como fomos recebidos pelo Pai Eterno, quando éramos estranhos, inimigos e distantes dEle, nossa comunidade quer olhar em amor para as pessoas que se aproximam de nós ou que estão no nosso meio. Nosso desafio é ver o amor em ação, por isso, vamos ser receptivos, amigáveis, acolhedores enquanto tentamos respeitar a privacidade e a abertura das pessoas.

Vamos, a partir da Série AMOR QUE SERVE, fazer do servir um movimento intencional para não nos tornarmos uma comunidade fria e despreocupada com a dor e o estado do outro. Assim como a brasa, a nossa tendência é ir esfriando o nosso calor humano, divino e amoroso, por isso, vamos permitir que o fogo do amor de Deus nos aqueça e nos faça mais receptivos, inclusivos e acolhedores como expressão do amor de Jesus e para o crescimento e saúde do seu Corpo – A Igreja Local.

Jesus deu muita importância aos relacionamentos através do segundo mandamento: “Ame o seu próximo como a si mesmo”.

Clique aqui e veja mais.